N.Y. Knicks | Vitória consolida franquia na luta por mando de quadra no Leste

Vitória do Knicks sobre o Clippers é mais um passo para a pós-temporada. Time de L.A. não tem motivos para se preocupar. Confira!

(NYK 106  x 100 LAC) – Knicks e Clippers fizeram um jogo equilibrado na tarde hoje (09/05) no Staples Center. O time de Nova Iorque venceu o confronto quebrando um jejum de 8 jogos sem triunfos em Los Angeles (a última vitória havia acontecido em 2010).

Os destaques da partida, pelo lado do time dos Knicks foram: Derrick Rose (25 pontos e 8 assistências) e Reggie Bullock (24 pontos e 4 rebotes). Pelo lado do time dos Clippers, os maiores pontuadores foram: Kawhi Leonard (29 pontos e 4 rebotes) e Paul George (18 pontos e 8 rebotes).

Derrick Rose fez sua melhor partida desde que foi trocado dos Pistons para a franquia Nova-Iorquina. Ele comandou o ataque e conseguiu uma alta produção graças, principalmente, aos tiros de meia distância (onde ele é especialista). Já Reggie Bullock, brilhou com suas 5 bolas de 3 pontos – aliais, esse fundamento foi decisivo para a vitória dos Knicks, que teve um percentual de acerto de 40,6%.

Kawhi Leonard e Paul George abaixo do esperado

Apesar da alta pontuação e dos 47 pontos combinados, a dupla de all-stars de Los Angeles não estava em uma tarde inspirada. Principalmente no 3º quarto, onde a produção muito abaixo dos dois jogadores facilitaram a permanência da vantagem de 10 pontos alcançada pelo Knicks e mantida ao longo de quase todo o último quarto.

Paul George, um dos grandes especialistas do elenco nas bolas de 3 não conseguiu manter sua média, acertando apenas 2 chutes em 9 tentativas. A agressividade nas infiltrações e seus tradicionais arremessos da meia distância garantiram os 18 pontos marcados, porém, bem abaixo da média.

O Plus Minus da dupla ficou:

  • K. Leonard:  -6;
  • P. George; -7.

Knicks a uma vitória de garantir os Play-offs

Fora dos Play-offs desde a temporada 2012/13 a franquia está a apenas 1 vitória de garantir a classificação direta para a pós-temporada (sem precisar passar pelo play-in). Uma conquista, até certo ponto, inesperada. Possivelmente, nem o mais otimista torcedor esperava uma performance como essa.

O técnico Tom Thibodeau é um dos principais responsáveis por essa temporada de redenção – não só da franquia, como dele próprio, pois ele enfrentou a desconfiança da torcida e de parte da imprensa após uma passagem conturbada pelo Wolves.

Até onde veremos o Knicks chegar? Para muitos analistas uma segunda rodada de play-offs é algo muito realista para a equipe comandada, em quadra, por Julius Randle e Derrick Rose.

Sinal de Alerta em L.A.? Exagero!

A fraca apresentação na tarde de hoje não deve ser um motivo de alerta para os comandados de Ty Lue. Uma temporada com mais de 62 jogos é exaustiva e manter a regularidade em TODOS os jogos é algo muito difícil. Certamente, os jogadores entraram um pouco mais relaxados sabendo que a classificação e o mando de quadra é algo garantido nesta temporada.

Dá para cobrar mais do time e, devemos ter, na pós-temporada, apresentações mais regulares do Clippers.

Flavio Carvalho
Torcedor do LA Clippers. Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.