fbpx
Connect with us

Warriors primeiras impressões 2019-20

Warriors primeiras impressões 2019-20

Artigos

Warriors primeiras impressões 2019-20

As movimentações do Golden State Warriors durante a off-season deixou a torcida reflexiva e com dúvidas acerca do desempenho desse elenco reformulado em quadra.

As impressões da equipe durante a pre-season, geralmente caem na máxima “treino é treino, jogo é jogo”, ou seja, quando a temporada regular começa pra valer é quando realmente se tem noção de como será o desempenho da equipe na temporada.

Desempenho inicial

Numa análise fria e realista, as duas primeiras atuações dos Warriors na temporada foram muito abaixo do esperado.

Na estreia contra a forte equipe do Clippers, a primeira partida oficial no Chase Center, a palavra que resume a derrota do Warriors é defesa. Simplesmente não houve qualquer sinal de jogo defensivo por parte da equipe.

Já no jogo contra o Thunder, em Oklahoma City, houve uma pane geral, onde nem o ataque demonstrou quaisquer sinais de vida, acarretando em nova derrota.

Essas atuações causaram verdadeiros calafrios na torcida, deixando no ar dúvidas quanto a classificação aos playoffs.

O alento veio no jogo contra os Pelicans, em New Orleans, onde o coach Kerr fez modificações consistentes na organização da equipe em quadra, concentrando o jogo da equipe em seus pontos fortes: “small ball” a lá época “pré-Durant”, jogo defensivo agressivo coordenado por Green, Russell dividindo a responsabilidade de conduzir a equipe com Curry, os rookies auxiliando de forma eficiente e um banco que possibilitando uma rotação aceitável, o que resultou na primeira vitória na temporada.

Stephen Curry e D’angelo Russell

Curry tem sofrido bastante neste início de temporada. Como já era esperado, o Warriors está concentrando seu jogo majoritariamente em sua maior estrela. E sabendo disso, as equipes adversárias não vem permitindo quaisquer brechas para que Curry possa desempenhar seu jogo.

É normal que Curry sempre receba forte marcação, muitas vezes dupla. Naturalmente, Russell deveria se aproveitar destes espaços para desempenhar seu jogo. Entretanto, ele esteve muito tímido nos dois primeiros jogos nesse quesito.

A amostra que a parceria Curry e Russell pode dar certo foi a atuação no jogo contra os Pelicans, onde eles apresentaram uma melhor sintonia em quadra, contribuindo significativamente para a primeira vitória da equipe.

Perspectiva

Ainda é muito cedo para diagnosticar de forma mais precisa este Warriors versão 19-20. O elenco é jovem, são 9 jogadores com 23 anos ou menos. Entretanto, há muito trabalho para ser feito enquanto espera-se a volta de Klay Thompson, para aí sim, a equipe partir em busca da classificação aos playoffs da NBA.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial do Bskt Brasil.

Mais Artigos

To Top