fbpx
Connect with us

Seatle SuperSonics deve voltar a NBA

Seatle SuperSonics voltar NBA

News

Seatle SuperSonics deve voltar a NBA

Brian Windhorst, da ESPN, acredita que as condições são favoráveis para o Seatle SuperSonics voltar a NBA.

Com uma nova arena para inaugurar nesta temporada e com uma nova equipe da NHL e com a NBA enfrentando um déficit de orçamento devido à pandemia de COVID-19, os rumores sobre o retorno do Seattle SuperSonics estão ganhando força, e de acordo com um membro da NBA, por um bom motivo.

Brian Windhorst, que cobre a NBA para a ESPN, disse que nos últimos cinco anos ou mais, ele e seus colegas de ESPN perguntaram ao comissário da NBA Adam Silver sobre uma potencial de expansão da NBA e, durante esse tempo, Silver sempre disse que não estava no horizonte.

“E ele mudou sua resposta, como você bem sabe, no mês passado”, disse Windhorst ao 710 Jake e Stacy da ESPN em Seattle na sexta-feira à tarde.

No mês passado, Silver disse a repórteres que, devido à pandemia, a liga estava mais perto de se expandir do que há muito tempo. Tim Bontemps da ESPN relatou que Seattle provavelmente seria “o primeiro da fila” se a NBA expandisse de 30 equipes para 32.

Durante uma entrevista recente com o KING 5 , a prefeita de Seattle, Jenny Durkan, disse que havia falado com Silver sobre a expansão e que estava “muito otimista” sobre essas conversas.

+ Camiseta NBA Seattle Supersonics Mitchell & Ness

Windhorst disse que devido ao déficit econômico que a pandemia causou à NBA, a expansão faz sentido.

“Historicamente, a NBA se expandiu em épocas que houve dificuldades financeiras”, disse ele. “Eu acho que há pessoas no escritório da liga que apoiam e outras que não se eu insinuasse (a expansão) só porque estão tendo dificuldades financeiras. Novamente, historicamente se você voltar e olhar para as expansões nos anos 70, 80 e 90, isso veio quando a liga precisava injetar dinheiro e a expansão é uma forma de obter dinheiro rápido. Acho que as condições são mais favoráveis para que isso aconteça.”

Foi relatado que, para garantir uma equipe na expansão, precisaria pagar cerca de US $ 2,5 bilhões de dólares, além de ter uma arena do calibre da NBA. O Seattle Kraken começará a jogar na Climate Pledge Arena, uma versão renovada da Key Arena, que o Seattle Sonics costumava chamar de lar antes de se mudarem para Oklahoma City.

Mesmo que a NBA concordasse com a expansão em Seattle, isso levaria anos. Heaps se perguntou se a NBA realmente tentaria recuperar as perdas da pandemia, digamos, daqui a cinco anos. Windhorst disse que a NBA poderia, e provavelmente tentaria, conseguir a maior parte desse dinheiro adiantado, e que a expansão poderia, hipoteticamente, acontecer antes disso.

“Você pode expandir em três anos, mas pode tomar a decisão de expansão em um ano”, disse ele. “Portanto, posso dizer a você ‘não estamos expandindo há anos’, e isso seria uma afirmação verdadeira, e também estaríamos trabalhando para expandir agora. Portanto, as duas coisas podem ser verdadeiras.”

Como seu colega da ESPN Bontemps, Windhorst diz que trazer o Seattle Sonics de volta à expansão faz muito sentido para a liga deixar de lado se for adicionar equipes.

“O que eu diria é o seguinte: quando a NBA se expandir, eu ficaria surpreso se não fosse Seattle e Adam Silver estivesse se movendo nessa direção”, disse Windhorst. “Se houvesse algum tipo de ação que eu pudesse comprar, haveria um Seattle Supersonics no médio a longo prazo, eu compraria essa ação. Sinto-me mais forte sobre isso do que nunca.”

Windhorst disse que, exceto o grupo proprietário que mudou o Seattle Sonics para Oklahoma City em 2008, ninguém dentro ou em torno da liga realmente queria deixar Seattle. Agora, diz ele, Seattle é uma “potência econômica” tão grande que a liga está “abandonada” por não ter uma equipe.

Portanto, embora Windhorst não possa confirmar que a expansão está chegando em breve, ele acredita que, se acontecer, o Seattle SuperSonics fará muito sentido para a NBA perder.

“Com a posição de Seattle do ponto de vista corporativo, eles seriam um grande trunfo para a NBA, não apenas por causa da vibrante base de fãs, mas porque, francamente, o dinheiro viria de Seattle”, disse ele.

Kevin Garnett como um dos proprietários

O Naismith Basketball Hall of Famer Kevin Garnett falou com Tim Reynolds da Associated Press sobre uma série de tópicos e disse que seu sonho é comprar uma equipe e seria o Seattle SuperSonics, que deixou saiu da cidade em 2008 para se tornar o Oklahoma City Thunder.

“Se eu tivesse um sonho, diria que adoraria poder comprar o Seattle SuperSonics e fazer com que o amor pela NBA voltasse para essa área. Acho que é necessário e essencial. Seattle era enorme para a nossa liga. Eu adoraria ser capaz de fazer isso.”

+ Compre produtos originais da NBA na loja da Nike

Patrick Ewing e Kevin Garnett

Garnett teve muitas batalhas com o SuperSonics durante sua carreira na NBA, que começou em 1995. Timberwolves de KG até enfrentou a equipe de Gary Payton na primeira rodada dos playoffs de 1998, perdendo em cinco jogos.

A equipe não saiu da cidade por falta de interesse dos fãs ou por falta de público. O time ainda era popular nos anos 2000, apesar da era de Payton e Shawn Kemp já ter acabado há muito tempo, especialmente com Kevin Durant na cidade.

Mas o empresário de Oklahoma City, Clay Bennett, comprou a equipe do fundador da Starbucks, Howard Schultz, em 2006 e a transferiu para a OKC dois anos depois. Uma disputa sobre uma potencial nova arena em Seattle foi o cerne da decisão, e Bennett chegou a um acordo de US $ 75 milhões com a cidade para rescindir o contrato de aluguel da Key Arena.

Você concorda que o Seatle SuperSonics deve voltar a NBA?

Fonte: ESPN

Leia também:

5 cidades que podem entrar na expansão da NBA

Como seria o Draft de Expansão da NBA

Mais News

To Top