Os jogadores que marcaram mais pontos em suas estreias em finais da NBA

Conheça mais sobre as estreias com maior número de pontos da história das finais da NBA. Gostou do desempenho do CP3? Teve outras melhores...

Aos 36 anos, Chris Paul fez sua estreia em finais da NBA. Após 16 anos na liga, o armador do Phoenix Suns teve uma atuação de gala e, com 32 pontos, liderou sua equipe para a vitória na primeira partida da série.

Os 32 pontos de CP3 estão entre as melhores marcas para um estreante, porém, há outros desempenhos que também chamam a atenção. Vamos conhecer quais são essas atuações memoráveis de estreantes em finais?

#1 – Allen Iverson (Philadelphia 76ers – 2001)

Allen Iverson registrou a maior pontuação de um estreante nas finais da NBA desde a fusão NBA / ABA (1976-77). Em 2001, na final contra o LA Lakers, o jogador anotou 48 pontos. O jogo aconteceu em Los Angeles e nem todo o favoritismo do time da casa e a pressão da torcida seguraram Iverson.

O jogador liderou o Philadelphia 76ers na vitória por 107-101 no Jogo 1 sobre o Lakers. A vitória não foi suficiente, afinal, o time de Kobe Bryant acabou vencendo os quatro jogos seguintes e se sagrou campeão. Mas a perda não diminuiu o desempenho incrível de Allen Iverson.

#2 – Michael Jordan (Chicago Bulls – 1991)

A estreia do maior jogador de todos os tempos em finais da NBA foi com o melhor cartão de visitas possível. Michael Jordan anotou 36 pontos e, até ver o seu recorde quebrado por Iverson, ele era o dono da melhor marca.

O jogo aconteceu em 1991 na primeira partida da série final contra o Los Angeles Lakers. O Chicago Bulls acabou perdendo o confronto por 93 x 91, porém, o time de Jordan venceu os 4 jogos seguintes e se sagrou campeão pela primeira vez – ali nascia a maior dinastia de todos os tempos do basquete norte-americano.

#3 – Kevin Durant (Oklahoma City Thunder – 2012)

A estreia de Kevin Durant nas finais da NBA foi acompanhada de uma inesquecível exibição. O jogador marcou 36 pontos, empatando com a segunda melhor marca, de Michael Jordan, o que garantiu ao Thunder a vitória no jogo 1 contra o Miami Heat de LeBron James (105 x 94).

Porém, a vitória não foi suficiente para segurar o time da Flórida. Liderados por L. James e Dwyane Wade, o Heat venceu as outras 4 partidas e se sagrou campeão da NBA. Durant só conseguiu o tão sonhado título quando ele trocou o time de Oklahoma pelo Golden State Warriors.

#4 – Anthony Davis (Los Angeles Lakers – 2020)

Em quarto lugar nessa lista está Anthony Davis. Em sua primeira partida pelo Lakers em uma final, o jogador anotou 34 pontos e se garantiu na lista dos estreantes mais eficientes.

O jogador contribui na vitória do jogo 1 por 116 x 98. A série se estendeu por mais 5 jogos e o título ficou com o time de Davis e LeBron James no ano em que as medidas de distanciamento levaram a NBA para uma bolha montada no complexo da Disney, em Orlando.

#5 – Tim Duncan (San Antonio Spurs – 1999)

O quinto lugar da lista é ocupado por Tim Duncan. Uma das lendas do time do Texas debutou na final da NBA em 1999 no confronto contra o New York Knicks. A primeira partida foi vencida pelo time do San Antonio Spurs por 89 x 77 e Duncan anotou, ao todo, 33 pontos.

A série durou 5 partidas e o time dos Spurs se sagrou campeão com 5 jogos disputados ao todo (4 x 1).

E onde ficou Chris Paul nessa lista?

A performance de CP3 no primeiro jogo da série contra do Milwaukee Bucks colocou o armador na 6ª posição junto com outros jogadores. Ele empatou com:

  • Pascal Siakam (Toronto Raptors – 2019);
  • Jason Terry (Dallas Mavericks – 2006) e
  • Shawn Kemp (Seattle SuperSonics – 1996).

Flavio Carvalho
Torcedor do LA Clippers. Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.