6 fatos marcantes na campanha do Milwaukee Bucks Campeão da NBA 2021

Conheça os principais fatores que contribuíram para a conquista do Milwaukee Bucks - Campeão da NBA 2021.

Após 50 anos o Milwaukee Bucks voltou a celebrar um título da NBA – o segundo da franquia – após uma emocionante vitória com uma atuação impecável de seu principal jogador: Giannis Antetokounmpo.

As finais contra o Phoenix Suns mostraram a evolução do time que já frequentava a lista de favoritos para o título há pelo menos 3 temporadas. E, o mais engraçado, é que a temporada 2020/21 foi aquela onde o time chamou menos atenção e não criou as maiores expectativas entre analistas e torcedores.

Além das expectativas moderadas, o time ainda enfrentava o fantasma da eliminação precoce na bolha da Disney, trazendo uma certa desconfiança com relação ao potencial do elenco. Outro fator foram as discussões sobre a extensão do contrato de Giannis por um longo período com a equipe – muito se falou até sobre a possibilidade de uma eventual troca com outra franquia.

Muito aconteceu durante a temporada até a final desta última terça-feira (21/07). Abaixo, vamos relembrar 6 momentos entre os mais importantes e que servem para entender como o time chegou até a conquista do campeonato. Acompanhe:

#6 – Chegada de Jrue Holiday

A chegada do armador Jrue Holiday, vindo após ser trocado com o New Orleans Pelicans, trouxe para a equipe um criador de jogadas dinâmico com a capacidade de causar impacto no ataque e na defesa. Todos sabiam que essa era a jogada certa para o Bucks no momento.

A aposta foi ousada, afinal, a troca envolveu Eric Bledsoe, George Hill e outras tantas escolhas de draft que, a princípio, podem dificultar uma possível reconstrução no futuro baseada em escolhas de draft, porém, se mostrou eficiente para a conquista do título.

Holiday ocupou o espaço que todos esperavam na equipe e terminou a temporada com a seguintes médias:

  • 17,7 pontos
  • 4,5 rebotes
  • 6,1 assistências
  • 50,3% de acertos de quadra
  • 39,2% de acertos de bolas de 3
  • 78,7% de acertos de lances livre

#5 – Extensão do contrato de Giannis Antetokounmpo

Muitas dúvidas começaram a surgir entre os analistas e fãs da NBA acerca da permanência de Giannis Antetokounmpo com os Bucks. Inclusive, esse assunto foi destaque no momento de apontar o time como um favorito ao título, afinal, o time poderia se perder entre os boatos envolvendo seu principal jogador.

Porém, para surpresa de muitos, o atleta grego assinou uma extensão de contrato no valor de U$ 228 milhões por 5 anos. A partir do anúncio, que aconteceu em meados de dezembro de 2020, as coisas começaram a ficar mais tranquilas em Milwaukee e o time pode ficar focado na quadra e nos resultados.

No dia da assinatura do contrato, Giannis deixou o recado bem claro sobre suas intenções com a franquia.

Esta é minha casa, esta é minha cidade”, escreveu Antetokounmpo. No mesmo dia, ele ainda disse: “Vou continuar a trabalhar muito e dar o meu melhor para deixar o Bucks, os nossos fãs e a cidade orgulhosos.”

#4 – Varrida na série contra o Heat

Esse encontro era muito aguardado por todos em Milwaukee. Os dois times haviam se enfrentado nos playoffs de 2020, na Disney, e o time de Miami eliminou os Bucks por 4×1 nas semifinais da Conferência Leste. O resultado acendeu um alerta na franquia e colocou em dúvida a capacidade do elenco de vencer um título.

Quis o destino que os times se encontrassem logo na primeira rodada dos playoffs de 2021. O Miami Heat vinha de uma campanha muito irregular, porém, todos acreditavam em uma série equilibrada que pudesse, ao menos, ir até o jogo 6.

Porém, o Bucks foi avassalador. O primeiro jogo foi o único mais equilibrado – inclusive, indo para a prorrogação. Os demais jogos foram verdadeiros passeios de Antetokounmpo e seus companheiros. O troco foi dado sem piedade nenhuma!

#3 – Os 7 jogos contra o Brooklyn Nets

Para muitos, esse confronto foi a final antecipada da Conferência Leste. A série começou com o Brooklyn Nets dominando todas as ações e abrindo a vantagem de 2×0 jogando em Nova Iorque. Com os dois times completos, parecia que os Bucks não teriam chances, até que as lesões começaram a aparecer.

Primeiro, James Harden, depois, Kyre Irving. Sem dois dos seus principais jogadores, o time dos Nets perderam os dois jogos em Milwaukee e não conseguiram superar o Bucks no jogo 7 – um jogo para entrar para a história, com direito a prorrogação, pé na linha e uma vitória confirmada nos últimos segundos.

#2 – Contusão de Antetokounmpo nas finais da Conferência contra os Hawks

O momento de maior apreensão por parte da torcida do Bucks aconteceu na série final contra o Atlanta Hawks. O time do Bucks entrou como franco favorito, mesmo enfrentando um time que havia chegado ali com ótimas performances e com jovens jogadores que pareciam não ter sentido a pressão da final.

A série estava 2×1 para o Bucks e no jogo 4, ao disputar um rebote com Clint Capela, Antetokounmpo caiu de mau jeito e teve uma lesão no joelho. O que parecia ser um problema sério que colocaria até a próxima temporada do jogador em dúvidas, virou uma hiperextensão que foi tratada e curada a tempo dele voltar para o primeiro jogo das finais da NBA.

Mas vale lembrar: isso só foi possível graças as atuações de Khris Middleton e Jrue Holiday. Os dois jogadores assumiram a liderança da equipe e conduziram o Milwaukee Bucks ao título da Conferência Leste com o placar de 4×2 – vencendo o título em Atlanta no jogo 6.

#1 – 50 pontos de Giannis Antetokounmpo no jogo do título

Antetokounmpo venceu de forma unânime o prêmio de MVP das finais da NBA 2021, após uma série irretocável. Ele foi dominante, criativo e intenso em todos os jogos – mesmo nas duas derrotas sofridas nos primeiros jogos em Phoenix.

Mesmo provocado e questionado por torcedores adversários e rivais em quadra, ele se manteve focado e terminou a série com um impressionante jogo de 50 pontos, 14 rebotes e 5 bloqueios. Ele fez muito mais do que “correr e enterrar”. Ele dominou o garrafão e, contra todo o seu histórico, acertou um número muito acima da média de lances livres.

Com uma performance dessa, o título veio com a vitória de 105×98 sobre o Phoenix Suns e a coroação definitiva de Giannis Antetokounmpo como um dos grandes jogadores da sua geração.

Flavio Carvalho
Torcedor do LA Clippers. Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.