5 questões para observar após o primeiro jogo de cada série dos Playoffs da NBA (2020/21)

Listamos 5 questões importantes que você deve ficar atento após o fim dos primeiros jogos das 8 equipes nos playoffs da NBA. Acompanhe!

Com o fim da rodada inaugural dos playoffs da NBA, os fãs de basquete e torcedores das franquias envolvidas devem ficar atentos a 5 questões importantes que  aconteceram ao longo dos 8 jogos e que merecem a nossa atenção.

Vários resultados inesperados aconteceram nos jogos de sábado e domingo. Grande parte dos favoritos perderam o primeiro confronto e colocaram em dúvida toda a performance da temporada regular. Agora, é a hora desses times mostrarem reação e, os vencedores, confirmarem que não foi, apenas, uma “sorte do momento”.

Veja abaixo o que há de mais importante para observar e analisar.

Jovens estreantes dando conta do recado

Para quem apostou na experiência contra a juventude precisa, urgentemente, rever seus conceitos. Vários jovens jogadores em quadra comandaram suas equipes para vitórias contra times experientes.

Grande parte desses jogadores eram estreantes em playoffs, como: Davin Booker e DeAndre Ayton (Phoenix Suns), Trae Young (Atlanta Hawks) e Ja Morant e Dillon Brooks (Memphis Grizzlies). Além deles, Luka Doncic, em sua segunda aparição na pós temporada, comandou o Dallas Mevericks na vitória contra o L.A. Clippers.

De todos esses confrontos, talvez, o Atlanta Hawks tenha algum favoritismo mais seguro para se apostar. Porém, independente dos resultados, esses jogadores mostram que a NBA está com um futuro muito animador pela frente.

Lakers e Clippers frustrando seus torcedores

Os dois times de Los Angeles, mais uma vez, entram nos playoffs com a expectativa de um confronto na final da Conferência Oeste. Porém, ambos perderam o primeiro jogo e colocaram uma dúvida na continuidade da temporada.

Os Clippers perderam em casa numa tarde/noite inspirada de Luka Doncic e seus companheiros. Kawhi Leornard e Paul George demoraram para encaixar o jogo e, quando viram, já era tarde. As bolas de 3, principal arma do time durante a temporada regular, não caiu e a vitória do Mavericks ligou o alerta no time de Tye Lue.

Já o Lakers, apesar da derrota, ainda é o favorito. Porém, o time precisa ser mais agressivo no ataque e aumentar o seu rendimento nos arremessos. Esse é um problema que vem da temporada regular e que foi acentuado na partida deste domingo (24/05). O time de LeBron James converteu 33 de 76 arremessos de quadra, 7 de 26 bolas de 3 e 17 de 28 lances livres.

Brooklin Nets parece mesmo o grande favorito

Apesar de ficar atrás por alguns momentos no placar, o time das estrelas do Brooklin venceu e não deixou a impressão de que o Boston Celtics terá alguma chance nesse confronto. Jayson Tatum até que tentou equilibrar o jogo, porém, esbarrou em uma atuação de 32 pontos e 12 rebotes de Kevin Durant e 21 pontos e 8 assistências de James Harden e 29 pontos e 6 rebotes de Kyrie Irving.

Memphis Grizzlies e Washington Wizards não podem ser descartados

Apesar da derrota, o time do Wizards lutou pelo jogo até o último minuto. Bradley Beal e Russell Westrbrook foram agressivos e impuseram muitas dificuldades para o time de Doc Rivers – que foi guiado pela ótima atuação de Tobias Harris. Apostar no time da capital não é a questão, porém, dá para acreditar em um confronto equilibrado e um ótimo teste para o time do 76ers.

Já o Memphis Grizzlies foi até Utah e venceu com muita autoridade o campeão da temporada regular. Ja Morant passa a confiança de um jogador que parece estar a, pelo menos, uns 5 anos na liga. A equipe está superando todas as expectativas graças ao seu espírito de luta. A intensidade do jogo imposto pelos Grizzlies restringiu as bolas de 3 do Jazz (que tem uma das melhores médias da liga). Foram apenas 12 acertos em 47 tentativas,

Arenas recebendo cada vez mais torcedores

É difícil imaginar que teríamos arenas com torcedores, após um início tão conturbado dessa temporada. A grave crise sanitária imposta pela pandemia afastou as torcidas dos jogos e limitou o acesso, apenas para os envolvidos nos jogos.

Porém, com o avanço da vacinação dos EUA, as franquias e autoridades se sentiram seguras para abrir as portas do ginásios e receber os torcedores. É claro que ainda há restrições, porém, a média de 10 mil pessoas por jogo nessa primeira rodada já fez a diferença – principalmente no quesito pressão e barulho (algo que faz parte dos playoffs – e que todo mundo adora).

Flavio Carvalho
Torcedor do LA Clippers. Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.